Gastronomia no Youtube

Espalhe

Ler próximo artigo:

"Novos comportamentos do consumidor"

Ler artigo anterior:

"Infográfico: A Revolução dos Cachos!"

Em Google | 0 comentários

A gastronomia está na ponta da língua e mata a fome de prazer dos brasileiros.

A comida tem um papel cada vez mais importante para expressar nossos valores, experiências e estilos de vida. É a fonte de prazer mais livre, concreta e cotidiana que existe. E o YouTube é o banquete que alimenta essa história.

No digital, milhares de ingredientes se combinam de muitas formas em ideias que nunca têm fim. São pessoas diferentes, de lugares diferentes, com vontades diferentes.

Gastronomia pode ser cultura, quando reflete o jeito de ser de um povo e uma região. Também é conhecimento, quando envolve várias técnicas e dá vontade de aprender mais. É memória e fala direto com o coração, naquela receita que vem de geração pra geração. E, assim, nossa fome de comer e cozinhar vai crescendo e mudando sempre, conforme a companhia, em cada ocasião.

Juntos, estamos criando e compartilhando o maior cardápio dessa jornada de sabores.

 

Vontade que é vontade mesmo vem do estômago e enche a boca de água. Cada vez mais a gente percebe que a cozinha já ficou pequena para tanta imaginação. O digital é o espaço extra para pedir e repetir sem peso na consciência, mas o YouTube é o fermento que faz esse bolo crescer sem parar.

Aqui cabe uma receita nova, uma técnica que deixa tudo mais rápido, uma viagem gastronômica pra sonhar acordado. Vale até planejar o jantar enquanto o almoço ainda está sendo servido. Porque aqui cabe todo mundo em volta da mesma mesa.

O YouTube é o chef: o lugar preferido da galera para se informar sobre gastronomia.

Todo mundo de avental

O farmacêutico Diego Bernardo, de São Paulo (SP), que o diga. Ele passa a semana planejando o que vai cozinhar no sábado para os amigos. Não importa o ingrediente, o tipo de cozinha, a origem do prato ou o modo de preparo: ele sabe onde buscar
e encontrar.

De onde vem tanta fome de conteúdo?

Dos pratos favoritos e do chef admirado. Daquele restaurante secreto, dos lugares que sonhamos visitar ou dos encontros gastronômicos que inventamos. Todos eles são como marcas pessoais. Expressam nossa vontade por um estilo de vida próprio.

Gastronomia é identidade: cada um escolhe o sabor que mais combina com a sua história.

Afinal, no fogão do YouTube cada minuto vale ouro.

A professora Danielle Silveira, de São Paulo (SP), se inspirava na TV para cozinhar. O tempo passou, ela ficou mais velha, a tecnologia mudou e essa mudança foi muito bem-vinda. Ela aprendeu a saborear os zilhões de modos de preparo para uma mesma receita.

E as melhores receitas são feitas de bons momentos.

O primeiro jantar com o novo amor. Aquele dogão depois do show da sua banda favorita. Um fim de semana de queijos e vinhos e gargalhadas com a galera. Comida é assim mesmoaquece o corpo, a alma e o coração da gente.

Aqui, cada mordida é um instante da vida que a gente não quer que acabe.

É por isso que tem delícias pra tudo quanto é gosto.

Dieta fitness ou fritness? Não importa se é pra contar calorias ou abraçá-las sem medo. O que vale é ter opção.

Em Gastronomia, se tem repetição, é só alegria. Quando falta, o gostinho que fica é de quero mais.

A comida é um passaporte para os bons momentos.

Com ela, viajamos até as origens, temperamos o presente com memórias e novidades, e preparamos um futuro cheio de experimentações. Tradição e inovação se sentam juntas à mesa.

No jantar à luz de velas ou no piquenique ensolarado, o paladar é um prato cheio para as boas experiências.

Em um mundo carregado de estímulos, nossos sentidos são bombardeados a todo momento. Menos o paladar, que é sempre uma questão de vontade. Cozinhar, então, é a receita para transformar desejo em realidade.

Tem play que alimenta até o bolso da galera.

De chef a chefe

De vídeo em vídeo no YouTube, a dona de casa Maria Luciene dos Santos, de São Paulo (SP), acabou transformando a confeitaria em uma fonte de renda. A fome de conteúdo também impulsiona a veia empreendedora dos amantes da cozinha.

Porque o caderno de receitas de ontem é o vídeo de agora.

Nada de petiscar informação no caderninho. Na hora de juntar ingredientes e transformar vontade em receita, o caminho da gastronomia tem parada e play obrigatórios no YouTube.

E com direito a repeteco.

É que a tecnologia está cada vez mais gostosa.

E cozinhar no YouTube pode ser vapt-vupt. Na hora de assistir aos conteúdos, quanto mais, melhor.

Fonte: Insights Think With Google

Deixe uma resposta

Tags Permitidas

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>