Fraudes no e-commerce: como evitá-las no processo de compra

Todo modelo de negócio traz riscos – e no comércio virtual não é diferente. As fraudes no e-commerce são os problemas mais comuns citados pelos empreendedores digitais.

Todo problema tem uma solução, ou pelo menos formas de preveni-los e/ou amenizá-los. Se você está nos lendo é porque realmente quer entender como evitar fraudes no comércio eletrônico.

A seguir, vamos conceituar o que é fraude no e-commerce e mostrar, em 6 dicas, como evitá-la.

Ao final do artigo você vai entender como combinar tecnologia, educação e melhores práticas para uma conversão de pagamento saudável no seu e-commerce. 

O que é uma fraude?

Em poucas palavras, fraude é qualquer esquema ilícito aplicado com o objetivo de ganho pessoal para a pessoa que o pratica. Existem vários tipos de fraude, que podem ser feitas pessoalmente ou pela Internet.

De forma parecida, fraude no comércio eletrônico é qualquer ato destinado a beneficiar uma pessoa ou terceiros se aproveitarem de situações do outro lado da tela, como comprar vending machines sem pagar ou roubar informações de cartão de crédito de outros para concluir a compra.

Identificar fraudes cibernéticas nem sempre é fácil. No caso de uma compra com cartão de crédito reembolsada, o proprietário do e-commerce só toma conhecimento delas após o envio do produto ao cliente, o que gera prejuízos duplos: do produto e do dinheiro.

Por isso, muitos gestores adotam medidas para evitar perdas provocadas por fraudes, como a contratação de intermediários de pagamento ou o rastreamento de registros de compras dos clientes.

Para saber identificar golpes, primeiro você deve conhecer os tipos de golpes no e-commerce. Leia mais sobre isso a seguir.

Quais são os tipos de fraude no e-commerce?

As lojas físicas têm câmeras e seguranças para evitar furtos e roubos. Como em uma empresa de paisagismo, onde essa atividade é mais discreta.

Os golpes de que as lojas virtuais são vítimas estão prejudicando a receita dos negócios e precisam ser coibidos.

Conhecer os tipos de fraudes no comércio eletrônico permite que os gerentes de lojas virtuais pensem em alternativas para reduzir riscos, aumentar a segurança de suas transações e garantir que receberão todo o dinheiro das transações e manterão os clientes satisfeitos com suas compras.

Fraude clássica

Esse golpe geralmente é feito por trapaceiros desavisados. As credenciais de cartão de crédito roubadas são compradas na dark web e as mercadorias são enviadas para empresas de agenciamento de cargas, de modo que o comprador do produto em questão não pode ser identificado.

Os proxies da Internet são comumente usados ​​para ocultar o endereço IP internacional de onde se origina a maior parte dessa ação.

Um proxy é um servidor que atua como intermediário entre clientes e outros servidores. É útil para preservar a identidade de qualquer pessoa do outro lado da tela. Essa é uma das formas de fraude mais difíceis de evitar no comércio eletrônico.

Fraude de triangulação

É uma tática envolvendo três partes: golpistas, compradores legítimos desavisados ​​e lojas de comércio eletrônico.

Uma loja online é criada por um golpista oferecendo produtos de alta demanda a preços incrivelmente baixos.

A loja recebe o pagamento das mercadorias que vende. Os golpistas usam dados de cartões roubados e nomes coletados de pedidos em sua loja para comprar produtos de um site legítimo e enviá-los para clientes em sua loja.

Essa fraude pode ser identificada por produtos direcionados, bem como por uma pesquisa de localização de clientes, que podem identificar a loja na qual o item foi adquirido.

Fraude do teste de cartão

Esse é um golpe complexo que testa a validade de um número de cartão de crédito. Fraudadores preferem sites que têm uma resposta diferente para cada tipo de declínio.

Por exemplo, quando um cartão é rejeitado devido à data de validade incorreta, um feedback diferente é fornecido.

Então, os golpistas sabem que só precisam encontrar a data de vencimento. Isso geralmente é feito por bots. A negociação costuma acontecer rapidamente e os dados dos pedidos geralmente serão idênticos.

Fraude por roubo de identidade

Aqui os criminosos assumem a identidade de terceiros, criando um cartão de crédito em nome das vítimas e indo às compras.

Embora seja uma ação ousada, esse tipo de fraude aumentou rapidamente devido ao aumento do número e do escopo das violações de dados.

É um dos mais difíceis de identificar porque os golpistas de roubo de identidade são bastante sofisticados. 

Como evitar fraudes no e-commerce?

Quer saber como evitar fraudes no comércio eletrônico e proteger sua loja que tenha sala sob medida de golpes? Então, confira as dicas abaixo!

Tenha um certificado de segurança

Seja para aprimorar a experiência de compra do cliente ou para evitar fraudes de e-commerce, é necessário investir na segurança do site.

Para isso é crucial aplicar ações como:

  • Certificado SSL;
  • Tecnologia de pagamentos;
  • LGPD;
  • Intermediários de pagamentos.

O Certificado SSL é uma importante medida de segurança que autentica a identidade do site e garante conexões criptografadas. Com isso, todos os dados do site e dos clientes ficam protegidos.

Além de criptografia para o seu site, você deve investir em um método de pagamento para transações on-line com total segurança.

O modelo de segurança para essa tecnologia é PCI-DSS, que inclui um conjunto de processos de segurança que garantem a proteção de informações pessoais de consumidores e dados de cartão de crédito.

Outro aspecto que precisa ser melhor abordado é a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais que está em vigor. Com a LGPD, é estabelecido um conjunto de regras quanto à coleta, processamento e armazenamento de dados pessoais.

Respeitá-la, além de ser importante para um bom relacionamento com o cliente, é uma forma de garantir que sua loja virtual de equipamentos para laboratórios tenha uma política de proteção de dados eficaz.

Estude o comportamento de compra e navegação

Conhecer o ticket médio do e-commerce pode ajudá-lo a identificar possíveis fraudes. Se o valor médio que os clientes gastam em sua loja é de R$ 120,00, uma compra de R$ 1.000,00 pode ser suspeita!

Preste atenção também a pequenas compras feitas na última hora. É uma estratégia usada por golpistas que aproveitam esse contexto menos suspeito para comprar produtos diferentes em cartões falsos e revendê-los a preços mais baixos.

Preste atenção aos testadores de cartão

Fraudes de cartão de crédito em lojas online são mais comuns do que você imagina. Portanto, tenha cuidado se houver algumas pequenas compras em um tempo muito curto.

Esse comportamento pode indicar uma tentativa de trapacear através de testadores de cartões.

Esse golpe ocorre quando os testadores encontram uma empresa de dedetização rj jacarepaguá online, vulnerável. Eles fecham muitos negócios até atingirem uma grande quantidade de compras. 

Isso pode ser uma farsa, pois eles geralmente tentam comprar produtos a um preço mais baixo na Black Friday, por exemplo, para revender mais tarde a um custo mais alto.

Em tal situação, é fundamental se prevenir efetivamente contra fraudes e golpes. Ou seja, em caso de dúvidas, as operadoras de cartões devem ser contatadas para tentar rastrear o comportamento do usuário e a autenticidade do cartão.

Invista em uma boa infraestrutura da loja virtual

Para participar de saldões – como a própria Black Friday – de forma competitiva, o site de decapagem quimica deve fornecer um suporte que garanta experiência positiva e deve garantir qualidade e segurança nos processos.

Afinal, durante esse período, mais pessoas visitam a loja, o que pode levar à falha do sistema.

Tais falhas podem até dar brechas para pessoas mal intencionadas. Nesse caso, é importante garantir que a infraestrutura seja adequada ao nível de serviço que sua empresa deseja prestar.

Essa estratégia, além de minimizar as tentativas de fraude, pode garantir mais longevidade ao site, gerar boas conversões e, além disso, aumentar o ticket médio.

Vá além do cruzamento de informações para confirmar autenticidade

Muitos consumidores são íntegros ​​e, quando visitam uma loja online, geralmente estão prontos para comprar.

No entanto, em momentos de tráfego intenso e uso indiscriminado de cartões bancários, ir além do cruzamento de informações é uma obrigação para a clínica de aula de hidroginástica garantir a segurança na transação.

Considere a utilização de intermediadores de pagamento

Um bom sistema de faturamento será seu grande aliado, pois oferece segurança para a realização de transações em ambiente virtual.

Para isso, é recomendável contratar um serviço que dispõe de sistema antifraude e garante que pode contar com uma ferramenta que inclui um sistema de checkout transparente e ágil.

Neste contexto, a adoção de um sistema de pagamento recorrente que disponibiliza meios de pagamento (dinheiro, cartões de crédito, transferências bancárias e depósitos bancários) pode fazer toda a diferença.

Aliás, graças a ele, você pode acompanhar todo o processo de compra, garantindo o recebimento da sua loja.

Considerações finais

Como você pode ver, as fraudes em e-commerce são recorrentes e precisam ser prevenidas a todo custo.

As estratégias mostradas ao longo desse texto garantem destaque para a empresa de logística internacional em termos de segurança do cliente.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.