Conheça a real importância das redes sociais!

redes sociais

O ser humano sempre teve necessidade de se relacionar socialmente. A filosofia já nos definia como animal político, mas se teve algo que revolucionou isso nas últimas décadas foram as redes sociais, graças à disseminação da internet.

De fato, é possível ter uma ótica ou ponto de vista mais teórico a respeito das mídias sociais, ao invés de ver o fenômeno como algo meramente digital ou mesmo juvenil. Na verdade, há vários conceitos acadêmicos que explicam sua existência.

Inclusive, essas plataformas têm uma natureza multidisciplinar. Ou seja, elas se relacionam não apenas com uma mas com várias disciplinas diferentes, desde o marketing que é a mais óbvia, até outras tradicionais como a sociologia, a psicologia e até a antropologia.

Portanto, quando abrimos uma rede social popular e vemos ali um anúncio de uma loja especializada em regata personalizada masculina, não existe apenas o aspecto comercial por trás disso, mas toda uma realidade mais abrangente e mais complexa.

No fundo, as pessoas têm necessidade de se relacionar, tal como dissemos no primeiro parágrafo. Ao mesmo tempo, elas encontram vários desafios quando o assunto é lidar com o próximo e ainda precisar se expressar verbalmente.

Neste sentido, as redes sociais ajudam e não é pouco, pois o universo digital facilita a expressividade, que pode ser feita de modo ao mesmo tempo artificial e espontâneo. Existe até uma ilusão que isso gera, de que ali você está em um ambiente 100% seguro.

Na verdade, a internet é um ambiente artificial e criado por plataformas, mas não necessariamente seguro. Uma vez que ela é utilizada por pessoas, ela pode ser instrumentalizada tanto para o bem quanto para o mal.

De qualquer modo, nesse meio tempo, o fato é que se torna mais fácil falar de si mesmo com uma foto ou uma pequena legenda descritiva. De modo que esse é um dos grandes fatores que atraem milhões e até bilhões de pessoas para esses sites.

Aliás, vem daí o interesse comercial nisso tudo, pois engana-se muito quem pensa que as redes sociais se limitam ao uso pessoal. Até mesmo uma empresa de terraplenagem mecanizada ou de soluções industriais pode ter seu espaço ali.

Isso quer dizer que, se no começo realmente o público maior se concentrava em jovens e pessoas dispostas a postar fotos de pratos de comida ou do churrasco do fim de semana, não demorou até as empresas verem o potencial dessa audiência.

Como referido, algumas mídias sociais contam com bilhões de usuários, o que evidentemente gera um tráfego muito valioso de pessoas. Naturalmente, cada empresa vai querer sua cota de mercado dentro desse universo.

Graças a isso é que os anúncios, patrocínios e propagandas começaram a crescer vertiginosamente nos últimos anos. Hoje, tem marcas que investem muito mais nesses sites do que em revistas e jornais, ou mesmo na televisão aberta ou na antiga rádio.

O que explica isso é justamente a questão de que as redes são um fenômeno cultural. Que, inclusive, atingiu em cheio as novas gerações de pessoas nascidas das décadas de 1980 e 2000 para cá, que são as famosas Gerações Y e Z, respectivamente.

Por isso mesmo, uma empresa que lida com algumas frentes tecnológicas, como aluguel de videogame, têm tudo para se realizar nesses sites. Ali é possível impactar o seu público de modo muito mais direto e assertivo.

Também foi por isso que decidimos escrever esta pauta, para ajudar o maior número possível de pessoas a conhecer a real importância das redes sociais. Lembrando que hoje ela já pode ter várias finalidades, tanto pessoais quanto profissionais.

Inclusive, não são apenas empresas fazendo anúncio e procurando ampliar a clientela que podem se beneficiar, mas também profissionais liberais e até funcionários que estão à procura de emprego no mercado de trabalho.

Tanto que já existem redes sociais focadas exclusivamente nesse tipo de networking, ajudando a criar uma rede de contatos com essa finalidade. Isso quer dizer que, seguindo as dicas certas, é possível conseguir muitos benefícios nesse meio digital.

Mas sem esquecer que cada plataforma tem uma proposta diferente, o que implica saber gerar seus próprios conteúdos ali dentro. Quanto mais você compreender cada uma delas, maior sua chance de obter o sucesso desejado.

Neste sentido, já não são apenas as novas gerações, mas até mesmo idosos têm contas e perfis ali, de maneira que realmente qualquer empresa pode ter seu espaço praticamente garantido, seja da área de tecnologia ou de remédio manipulado para dormir.

O que importa mesmo é que haja uma vontade sincera de crescer e de entender as regras do jogo. Então, se é o seu caso e você deseja mergulhar de cabeça nesse universo digital incrível, então basta seguir adiante na leitura deste artigo.

O que são e qual o diferencial?

Como vimos, as redes sociais nada mais são do que plataformas digitais que facilitam a conexão entre pessoas, grupos sociais, organizações ou mesmo instituições de qualquer natureza que seja.

Por outro lado, o que começou apenas como um modo de conectar pessoas e promover o diálogo social, com o tempo foi gerando um tráfego enorme em termos de audiência e de fidelidade, já que bilhões de pessoas passam várias horas do dia conectadas.

Assim, as mídias sociais não apenas mantêm a conexão e a relação entre pessoas que já se conheciam, como era no começo. Agora, elas também são capazes de criar conexões novas, sobretudo entre pessoas físicas e pessoas jurídicas.

Com isso, naturalmente também surge o risco de saturação. Então, quando uma firma de aluguel de impressora térmica decide marcar presença ali para se aproximar do seu público, ela vai enfrentar uma concorrência cada vez maior.

De fato, a melhor coisa que uma marca pode fazer hoje é criar contas e perfis nas redes sociais que tenham um público com o seu perfil. Isso acaba humanizando a marca e colocando ela no lugar certo, do jeito certo e entre as pessoas certas.

No fundo, esse sempre foi o objetivo do marketing, com a diferença de que o digital consegue fazer isso de modo muito mais eficiente, democrático e até assertivo. Basta considerar como as redes sociais são mais desenvolvidas do que a mídia antiga.

Antes uma marca pagava para aparecer na televisão, mas ela não sabia quem exatamente assistiria à propaganda, ou se o aparelho estava ligado sem ninguém assistindo, e assim por diante. Com as redes sociais, é possível gerar relatórios muito mais precisos.

Assim, cada empresa ou anunciante qualquer pode definir em detalhes quem é seu público-alvo, determinado traços como:

  • Faixa etária;
  • Profissão;
  • Localização;
  • Gênero das pessoas;
  • Interesses gerais;
  • Poder aquisitivo.

Enfim, quanto mais a marca vai afunilando, mais perto ela está de conseguir o que deseja. Tudo isso representa uma verdadeira lição de marketing e publicidade para milhares de anunciantes que passaram a ter acesso a algo incrível.

Ela é mais democrática?

Seguindo nessa linha, podemos dizer facilmente que se antes eram poucos os que tinham acesso aos principais veículos de comunicação, atualmente as mídias sociais se tornaram a maior vitrine digital do mundo, e estão ao acesso de qualquer um.

Inclusive, muitas delas permitem que uma empresa de material de construção próximo que está no começo de suas atividades crie sua página ou perfil de modo totalmente gratuito, sem tirar nenhum centavo do bolso.

Com o tempo, conforme o resultado for chegando, a marca pode se profissionalizar e aí sim começar a investir dinheiro, até para acelerar seu retorno e seu crescimento.

Além de serem democráticas, elas também costumam ser bastante intuitivas, de modo que todo mundo que tem fluência com a internet saberá usar as principais redes sociais sem grandes dificuldades.

Para que servem as redes sociais e dicas

Até aqui, já conseguimos detalhar várias funcionalidades das redes sociais, o que mostra de modo muito claro qual é a real importância delas.

Mas é possível e até necessário aprofundar um pouco nesse aspecto. De fato, compreender para que cada uma delas serve é uma condição essencial para atuar ali.

Basicamente, uma empresa de embalagem kraft personalizada que queira entrar nesse universo vai perceber que algumas plataformas focam em textos, outras em imagens, outras ainda em vídeos ou em links de publicações em blog.

Ou seja, é essencial que a marca tenha uma identidade que se identifique com essa proposta, pois quanto maior for a sinergia, melhor será o resultado.

Assim, aquelas plataformas que servem para divulgar vídeos, pedem que você comece a se desenvolver nesse universo de multimídia. Isso já serve como dica, pois assim você não cai no erro de querer “fazer do seu jeito”.

Claro que você pode falar sobre pequenas franquias lucrativas como bem entender, já que a customização também é diferencial das redes sociais.

Porém, quanto mais você se enquadrar e atender às expectativas do público que já está na plataforma, maior será o seu poder de impacto, seja por meio de publicações gratuitas ou de impulsionamento pago, que pode atingir mais pessoas.

Considerações finais

Cada dia se torna mais importante responder à pergunta do que são as redes sociais e para que elas servem, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas.

Além de detalhar isso, acima nós também demos informações e dicas práticas que podem ajudar qualquer um a marcar presença na mídia social certa, do jeito certo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.